Associações de Solidariedade Social

by Jose Baptista | February 11th, 2010

No passado mês de Junho de 2009, fui surpreendido em Vila Nova com a benção de um carro novo para transporte de doentes (ABM), pertença dos nossos Bombeiros Voluntarios de Vila Nova de Tazem.

Como era conhecedor das grandes dificuldades financeiras com que esta nossa Associação se debate, estranhei o investimento, e perguntei se tinha havido ajuda do Estado ou de alguém, o que para minha surpresa não aconteceu. Antes foi mais uma responsabilidade que a Direcção contraíu, face ás dificuldades no transporte de doentes ás consultas externas, particularmente aqueles que já precisam de cadeira de rodas para se locomoverem.

É realmente de enaltecer o esforço de muita da nossa gente em prol das Associações, pois que mesmo em tempo de dificuldades não se esquecem de quem mais precisa, mesmo correndo riscos individamento relativamente  ao pagamento das dividas assumidas.

As festas, as rifas e outros expedientes que vão sendo usados, sempre trazem algum dinheiro, mas os valores  a pagar são demasiados altos, pelo que se apela daqui á solidariedade dos nossos leitores para eles e eventualmente através de amigos, empresas ou ideias, ajudem os Bombeiros a minorar as suas imensas dificuldades. É dever salientar que o que se dá aos Bombeiros pode ser descontado no IRS ou IRC, de maneira, que haverá sempre alguma compensação para quem ajuda, pedindo naturalmente um recibo da dádiva ofertada.

Foram igualmente passadas através da Comunicação Social, mais particularmente, pelos Jornais da Paroquia e do Noticias de Gouveia, informações sobre a contrucção do novo lar de idosos.

O teor da informação supracitada enche-nos de incertezas quanto á construcção do mesmo, pois dela ressalta existir divisão de pontos de vista, entre a Direcção da Casa do Povo e a do Centro Paroquial.

Para os interesses dos idosos e de Vila Nova, isto é muito grave, pois a obra em causa há muito que se dava como adquirida, e as divisões podem vir a fazer abortá-la.

Se me fosse permitido opinar sobre o assunto, apenas dizia a todos os que têm responsabilidade sobre o projecto, que se entendam e olhem mais o interesse das pessoas de Vila Nova do que os interesses associativos ou particulares.

Uma obra destas não se pode perder, pois a importância que ela tem para Vila Nova e para os seus habitantes é demasiado grande para agora vir a ser posta em causa.

A Solidariedade é generosa e quem a pratica sabe que é assim, daí não fazer sentido as divisões que a informação da comunicação social deixou transparecer.

É pelas obras que se dá testemunho, e Vila Nova irá mais uma vez responder “Presente”.

José Batista da Silva

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Categorias