REFLECTINDO…

by Jose Baptista | August 7th, 2013

Diz-se que na vida nada se deve deixar ao acaso, pressupondo-se por isso que o mesmo se passe nas sociedades.
E assim parece ser na nossa Vila Nova. Há muitas críticas, todos os que não participam na vida coletiva, têm ideias e soluções mais acertadas para os problemas, só que nada fazem a não ser criticar.
Durante cerca de 40 dias acompanhei o quotidiano dos Vilanovenses e apesar dos pessimismos e de algum desânimo quanto ao futuro, não faltaram celebrações e eventos que irão continuar por todo o mês de Agosto.
Esta dinâmica colectiva duma terra que não se quer deixar morrer terá que ter alguns resultados, mesmo que não sejam os mais desejáveis.
Numa terra onde o Associativismo sempre esteve presente, deve assinalar-se a oficialização legal do grupo PRO-VILANOVENSE, no passado 23 de Julho, através de escritura pública realizada em Vila Nova.
O objectivo maior e mais premente desta nova Associação será o da construção de raiz dum Lar para idosos, sem descurar outras áreas sociais de apoio ás populações. Esperamos todos que os seus esforços não esmoreçam e levem a bom porto a nau que se propõem navegar.
Neste período estival, tivemos igualmente as festas em honra da S. Pedro onde não faltou o contributo da nossa Banda Filarmónica, com a realização dum concerto onde a qualidade dos executantes esteve mais uma vez presente, o que deixa ver quão útil e vantajosa tem sido para a nossa juventude a criação e a manutenção da Escola de Música por esta Associação.
O Festival anual de Folclore do nosso Rancho também teve a sua realização no passado sábado 27 de Julho e mais uma vez com a organização e êxito do costume, relembrando tradições e trazendo até nós outras realidades culturais apresentadas pelos Ranchos Folclóricos participantes.
A Vinal também se realizou nos passados dias 2,3 e 4 de Agosto, e terá sido certamente outro momento marcante para a promoção dos nossos vinhos, da gastronomia e do artesanato local.
A 15 de Agosto será dia da festa da nossa Padroeira Sra. da Assunção e ocorrerá também nessa data a bênção de mais um carro de combate a incêndios adquirido pela Direção dos Bombeiros, dando assim testemunho do seu trabalho e empenho em prol da comunidade Vilanovense e adjacente.
A Casa do Povo também não descura o seu apoio às crianças, pois a sua Direção inaugurou a 4 de Julho um novo Parque Infantil que em muito melhorará o funcionamento da Creche ali instalada e em funcionamento lectivo regular.
Nas instalações das antigas Escolas Primárias, a associação “Reencontro Renascer” continua a ministrar ás crianças e jovens, cursos de aprendizagem de Dança e Ballet a par de outras atividades lúdicas e de apoio sociocultural.
Neste tempo de Verão é sempre agradável rever amigos que chegam de outras paragens e que trazem animação e progresso á nossa terra. Oxalá que da Europa, das Américas e da África continuem a vir e não esqueçam as suas raízes, pois todos somos poucos para continuar Vila Nova.
Reflectindo então sobre os acontecimentos vividos neste período estival, teremos que dizer que ao contrário de todas as críticas dos que nada fazem, Vila Nova tem pessoas empenhadas para que ela continue viva e actuante, sendo apenas necessário que não esmoreça a coragem, o empenho e a dedicação de todos, por Vila Nova e pelas suas gentes.
É pelas obras que se conhecem os homens e por elas se perpetuam as suas memórias.

José Baptista

Comments are closed.

Categorias